Web Toolbar by Wibiya
viva Sem Drogas Concurso Cultural
Fique Sabendo!

Ácido LSD

O que é?

Conhecido por LSD, doce ou apenas ácido, o Ácido Lisérgico Dietilamida é produzido a partir de um fungo do centeio.

São pequenos quadrados de papel, chamados de cartelas, parecidos com tiras de gelatina.

Quando se tornou ilegal?

O LSD foi proibido em 1965 nos Estados Unidos e em 1971, no resto do mundo.

Essa droga foi muito usada em festas nos anos 50 e 60, sendo estudada também em algumas pesquisas para curar doenças.

O LSD foi descoberto por um químico suíço, em 1943, que engoliu sem perceber um pouco da droga.

Ele teve uma viagem tão intensa e inexplicável, que repetiu a dose três dias depois para ter certeza do que tinha acontecido.

Tomando LSD

Logo depois que se engole essas tiras de papel, ou quando elas derretem na boca, o efeito pode começar, variando de 30 a 60 minutos. O pico acontece nas primeiras horas, podendo durar até 12 horas.

Quando se toma ácido, uma batida na porta ou um simples telefone tocando pode assustar; Há alterações na percepção, principalmente de caráter visual e auditivo, além de aceleração e desorganização das ideias e perda do foco do pensamento.

Altos e baixos

Os sentidos são aguçados, apresentando diferentes efeitos em cada organismo.

Quem usa costuma enxergar cores com maior intensidade, podendo ter também alucinações auditivas. Algumas imagens podem surgir (mesmo estando com os olhos fechados), as coisas podem parecer se mover, talvez sinta seu corpo flutuar e perca a percepção de tempo.

Quem usa, diz que se sente em uma nova realidade, tendo um entendimento diferente em relação a tudo, mas, é importante lembrar, que nenhuma viagem é igual a outra. As sensações variam de acordo com as coisas que estão em seu redor: seu humor, onde está, quem está a seu lado, a quantidade de uso.

Mas não tem como parar uma viagem "errada" (bad trip) e essas alucinações podem durar horas, fazendo com que a noção de certo e errado seja perdida, e assim, você pode colocar em risco a vida de outras pessoas também.

Fisicamente, podem ocorrer náuseas, sonolência, perda de controle do corpo, aumento da temperatura e dos batimentos cardíacos.

Sexo com LSD

As alucinações também podem ser eróticas, já que outro efeito do LSD é você se sentir excitado, aumentando o senso do toque. As inibições se reduzem: podendo ficar mais fácil realizar fantasias sexuais, além de ter a sensação de que o sexo dure mais tempo. O maior risco é você deixar de transar com segurança, com gente que não conhece, podendo também contrair doenças sexualmente transmissíveis, como a Aids.

Um relacionamento de longo prazo?

Com o uso constante, podem vir as paranóias, ataques de pânico e doenças mentais, como esquizofrenia. Além disso, podem ocorrer os conhecidos flashbacks, fazendo com que alguns efeitos voltem, esse é um dos principais riscos do consumo.

LSD com outras drogas

O ácido é uma droga forte e imprevisível, misturado com outras drogas, seus efeitos podem se intensificar. Com anti-depressivos, por exemplo, os efeitos podem diminuir ou até mesmo aumentar as sensações, causando reações perigosas.

É bom saber

Se perceber que alguém está passando mal, chame um médico, talvez a pessoa precise de socorro especializado. O ácido pode intensificar problemas de saúde mental, por isso, os efeitos são ainda piores para quem tem depressão ou ansiedade.

Saiba Mais!

O que é, seus efeitos, relação com sexo riscos para a saúde e curiosidades.

Dar a dica para um amigo

Fale com a gente

telefone Contato