Web Toolbar by Wibiya
viva Sem Drogas Concurso Cultural
Fique Sabendo!

Álcool

O que é?

Muitos o conhecem por "birita", "goró" e "mé"; uns chamam pra tomar "uns goles", outros pra "chapar".

Estamos falando do álcool, a droga mais antiga e mais utilizada pela sociedade. Uma substância lícita e depressora, alterando o temperamento de quem a consome.

Registros arqueológicos mostram que o costume de consumir álcool data de 6000 anos a.C..

No campo da mitologia e religiosidade, a bebida também desempenhou um papel importante em mitos e cerimônias, sendo responsável pela manutenção do hábito de beber, até os dias de hoje.

O processo de destilação foi descoberto pelos árabes, na Idade Média.

Após esse período, o processo ficou conhecido por toda a Europa, surgindo, a cada dia, bebidas novas e mais fortes.

Tomando álcool

O álcool é um líquido produzido a partir da fermentação ou destilação da glicose presente em grãos (malte – uísque, cevada – cerveja, centeio – vodca), frutas (uva – vinho, maçã – cidra), vegetais, raízes e caules (sisal – tequila, cana-de-açúcar – cachaça).

É consumido por via oral, é desinibidor e depressor. Assim que o álcool cai na corrente sanguínea, acaba por afetar todo o organismo, principalmente o fígado. A sensação de estímulo depois do consumo é fruto da depressão dos mecanismos de controle de inibição do nosso cérebro. A primeira parte afetada são os centros superiores, que refletem na fala, pensamento, cognição e juízo. Depois, são atingidos os centros inferiores, como a respiração e os reflexos.

Altos e baixos

Quando se toma álcool, uma sensação de felicidade toma conta de seu corpo. Sente-se mais afetivo, desinibido, sociável, relaxado e até confiante. Se você está um pouco pra baixo, o consumo de álcool pode fazer com que você piore ainda mais. Além disso, a maioria de brigas e agressões em festas, baladas e outros eventos, são causada por pessoas que estão sob os efeitos do álcool, fazendo com que você corra o risco de machucar a si mesmo e também a outras pessoas, pois já não sabe mais o que é certo e errado.

A substância diminui as reações do seu corpo: fala enrolada, falta de coordenação, visão embaçada, sonolência e, em alguns casos, até desmaio. Quem toma álcool pode também vomitar e desidratar (por isso que quando se está de ressaca aumenta a vontade de tomar água). Doses muito altas podem fazer com que você não se lembre do que aconteceu, e, pior: podem causar intoxicação por álcool e você pode até morrer.

Sexo e álcool

O efeito anestésico do álcool pode fazer com que se perca a vontade de transar ou faça com que haja um bloqueio na capacidade de ter ereções.

Pode fazer com que você fique desinibido, fazendo com que se sinta confiante, menos travado, mais afetivo. Esse falta de inibição, na hora do sexo, pode ser muito ruim, fazendo com que a pessoa se esqueça de usar proteção, como a camisinha. O risco é ainda maior de se contrair doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV.

Um relacionamento de longo prazo?

Milhares de pessoas morrem por ano devido o uso de álcool, pelas graves consequências que ele pode causar, seja fruto de um consumo de muitos anos ou até mesmo recente.

Podem ser desenvolvidos problemas no fígado, câncer de garganta, boca e/ou fígado e até danos no cérebro. A dependência pode ser notada em fatores físicos, como os tremores (sintomas da fissura) ou psicológicos (desejo de continuar bebendo).

Álcool com outras drogas

Depressores – misturado com substâncias como o GHB, ketamina ou valium pode causar um desmaio ou prejudicar a respiração e o coração, podendo ser fatal.

Ecstasy – quando temos notícias de morte devido ao ecstasy, a maior parte está relacionada com a mistura de álcool, principalmente por desidratação.

Cocaína – as duas substâncias somadas podem resultar em uma substância chamada cocaetileno, que potencializa o efeito da cocaína. Há risco também de morte súbita.

É bom saber

Se você tem problemas de ansiedade, depressão ou insônia, o álcool pode potencializá-los.

Tome água entre um copo ou outro de bebida alcoólica e também antes de dormir para tentar amenizar o mal estar que se sente no dia seguinte.

Café não te deixa sóbrio.

Muitas pessoas vomitam devido o uso do álcool. A mistura com outras substâncias aumenta o risco dela engasgar com o próprio vômito.

A lei

Para comprar álcool você precisa ser maior de 18 anos.

A Lei 11.705 proíbe a ingestão de qualquer quantidade de álcool se estiver dirigindo. Hoje em dia até um simples chocolate ou bombom de licor pode te denunciar. Antes dessa Lei, era permitido beber mais ou menos dois copos de cerveja, equivalente a 60 decigramas de álcool por litro de sangue.

Os policiais controlam essa concentração de bebida em nosso organismo através de aparelhos, os bafômetros. Caso haja recusa na hora de assoprá-lo e existirem fortes indícios de que se está alterado devido o álcool (embriaguez), o policial pode encaminhar o motorista para a coleta de sangue ou pedir exame por um médico-perito.

Aquele que for pego com um teor alcoólico acima de 0,2 gramas de álcool por litro de sangue (equivalente à quantidade de menos de uma lata de cerveja ou um cálice de vinho) terá que pagar uma multa no valor de R$ 957, além dos sete pontos perdidos na carteira de motorista e o direito de dirigir suspenso por um ano. Se a dosagem no sangue for superior a 0,6 g/l (duas latas de cerveja), a pessoa será presa em flagrante, podendo ficar de seis a três anos na cadeia. A fiança varia entre R$ 300 e R$ 1.200, perdendo também o direito de dirigir por um ano.

Com a primeira edição do DSM-I (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders), em 1952, que o alcoolismo passou, oficialmente, a ser visto como doença.

Problemas com bebida

O hábito de beber (ou o de alguém próximo a você) é um problema? Estes podem ser alguns sinais da dependência:

• Falar sempre em "parar de beber"
• Se irritar se alguém comenta o quanto você bebe
• Sentir-se culpado quando bebe
• Começar a beber logo no começo do dia

O álcool causa dependência física e psicológica. Alguns sinais são os tremores que algumas pessoas têm quando estão sem álcool. Isso pode ser perigoso e é fundamental procurar ajuda de um profissional especializado.

Saiba Mais!

O que é, seus efeitos, relação com sexo riscos para a saúde e curiosidades.

Dar a dica para um amigo

Fale com a gente

telefone Contato