Álcool entre jovens e idosos é destaque em novelas

Por Ana Paula Cury

Duas novelas, uma da TV Record e outra da Rede Globo, têm personagens distintos, mas que trazem à tona o debate do consumo inconsequente de álcool.

Na produção adolescente Rebelde (Record), o personagem Diego Maldonado (Arthur Aguiar) é um jovem da classe média, de família de políticos e empresários. Seu pai deseja que ele venha fazer parte de seus negócios, porém seu sonho é ser músico. Além disso, o pai de Diego não o dá atenção. Paralelamente, vive um drama pessoal: o constante abuso do álcool, um dos fatores que o levam a esse abuso é a falta de atenção de seu pai.

Já na novela da Rede Globo, Insensato Coração, o drama acerca do álcool é vivido pelo personagem do ator Milton Gonçalves. Gregório Gurgel é pai de André (Lázaro Ramos) na trama. Os fatores evidenciados são os problemas financeiros e o mal relacionamento com o filho.

Nas duas tramas os problemas que envolvem os personagens são os mesmos, o desenvolvimento da doença alcoolismo, sendo em  adolescentes ou em adultos não são diferentes. “Em ambas as idades os ‘prejuízos’ sociais, familiares, financeiros e de saúde não se apresentam de forma diferente”.  Diz a psicóloga da Clínica Viva, Luciana Yukiko.

Hoje, infelizmente, tem-se aumentado o uso de álcool em adolescentes, e isso implica em perdas significativas em seu desenvolvimento. Assim, o jovem pode passar por momentos vulneráveis, dificultando suas escolhas e podendo, muitas vezes, fazer escolhas erradas. Veja alguns comportamentos mais comuns quando o jovem está comprometido com a doença: distância da família; abandono da escola; irritabilidade constante, principalmente quando se fala do álcool; distorções e interpretação errada “do mundo.”

Em pessoas adultas ou da terceira idade os comportamentos não são muito diferentes: Distância da família; repertório reduzido; distorção dos fatos (Podendo apresentar problemas físicos e orgânicos com mais frequência).

O alcoolismo é considerado doença pela OMS (Organização Mundial da Saúde), tem tratamento, e este é oferecido tanto para jovens quanto para adultos.

Quer ficar sempre atualizado? Siga-nos! @ctviva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *