Cigarro: se pensa em parar, não está só

Cigarro: Você sabia que há, segundo a ONU, 1,1 bilhões de fumantes no mundo, o que representa 1/7 da população mundial? Sabia que é a maior causa de mortes evitáveis em todo o planeta? Que além de quem fuma, o cigarro causa problemas ao fumante passivo? Números assustadores, mas a realidade é bem melhor que há algumas décadas no Brasil.

Provavelmente, se você é fumante, é maduro o suficiente para compreender os problemas que o cigarro causa, mas não para por uma série de fatores.

De forma alguma se sinta culpado por isso, afinal recebeu todo o tipo de propaganda na vida (mídia, amigos, família) para adquirir o hábito, depois a dependência. Por outro lado, segundo pesquisas apontam, a maioria absoluta dos fumantes já tentou parar alguma vez na vida.

Por experiência, sabemos o quanto é complicado parar. Na Clínica Viva há diversos exemplos de pessoas que conseguiram se livrar do crack, mas não do cigarro, para se ter uma ideia do poder da nicotina e outras centenas de substâncias que causam dependência contidas no produto.

Mas nem todas as chances de parar viram fumaça, pelo contrário. Se você está tentando, saiba que não está sozinho. No Brasil, o número de fumantes vem caindo proporcionalmente há algumas décadas. Segundo o IBGE, em 1989 34,8% da população fumava! Ou seja, de cada três brasileiros, pelo menos três eram fumantes ativos e os demais aspiravam a nicotina do ar! Mas houve uma queda vertiginosa e, em 2013, apenas 11,3% das pessoas fumavam. A meta do Ministério da Saúde é chegar a 9% até 2022.

Campanhas de conscientização sobre o tabagismo, controle da propaganda de cigarros na grande mídia, restrições na venda e em locais para fumar foram algumas ações estratégicas que contribuíram para esta redução.

E qual o ponto positivo destes dados todos que mostramos? Que além de menos jovens começarem a fumar, mais pessoas estão conseguindo deixar o cigarro.

Na Clínica Terapêutica Viva, que desenvolveu um tratamento específico para o tabagismo, que alia fitoterápicos a psicoterapia, isto é facilmente observado, com o sucesso de pessoas que param de fumar.

Do ponto de vista da saúde pública, só nos resta celebrar dados tão positivos quanto à redução do número de fumantes no Brasil. E, para aqueles que tentam e não conseguem parar, estamos aqui para ajudar!

Mais: confira o vídeo sobre tratamento do tabagismo da Clínica Viva

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *