Entenda as diferenças entre gostar muito de sexo e ser ninfomaníaca

Em uma entrevista à revista Época, a atriz Roberta Rodrigues, que viverá uma ninfomaníaca na próxima novela das 21h da Rede Globo, “A Regra do Jogo”, revelou que, assim como sua personagem, ela é compulsiva por sexo. “Isso me consome bastante, mas não chego a sofrer. Toda vez que chego ao extremo, paro”. Com essa declaração, a atriz acabou cometendo um erro muito comum em confundir a doença com grande desejo sexual. Entenda as diferenças entre gostar muito de sexo e ser ninfomaníaca.

O que é ninfomania?

Para começar, é importante que você saiba que a ninfomania é o nome dado às mulheres que sofrem com a compulsão sexual – uma doença caracterizada pela falta de controle nos impulsos sexuais, o que acarreta sofrimento pessoal. A mulher não consegue se controlar, mas não pelo prazer e, sim, para satisfazer o desejo sexual hiperativo (DSH).

Diferenças entre ser ninfomaníaca e gostar de sexo

Uma das principais diferenças entre gostar muito de sexo e ser ninfomaníaca está justamente na falta de controle que citamos acima. Outros pontos são importantes para o diagnóstico da compulsão sexual. Por exemplo, quem é ninfomaníaca costuma relatar que não sente tanto prazer com ato. A questão está mais relacionada ao alívio do impulso do que satisfação sexual.

Além disso, quem é ninfomaníaca sofre com seus impulsos. E aí que, voltando à fala da atriz Roberta, ela diz não sofrer e conseguir controlar o desejo é podemos entender que, a princípio, é precipitado se intitular ninfomaníaca, pois pode ser fruto da crença de que toda mulher que gosta de sexo é ninfomaníaca.

A ninfomaníaca pode ter prejuízos pessoais e profissionais em busca de alívio. Aliás, é comum o relato de mulheres que só perceberam que precisavam de ajuda profissional justamente quando perceberam danos à sua vida.

Tratamento para ninfomaníaca

Conforme pesquisas científicas, o mais indicado como tratamento para ninfomaníaca é através da terapia cognitivo-comportamental. Esta técnica irá fazer com que a mulher entenda dentro de si o que a leva ter esse comportamento compulsivo e aprenda a controlar os impulsos, conquistando, assim, uma vida sexual saudável. Se você precisa de tratamento profissional, fale com nossos especialistas. Acesse: tratamento para ninfomaníacas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *