‘A droga tirou a pessoa que eu mais amava’, diz irmão de morto no México

Em depoimento ao programa Fantástico, irmão de Dealberto fala sobre a relação do jovem com as drogas

“A droga acabou com a minha vida, a droga tirou a pessoa que eu mais amava no mundo, que é o meu irmão. [Ele] Sempre foi meu melhor amigo, meu parceiro, meu sócio. Tudo pra mim. Eu tenho um pai e uma mãe que não mereciam estar passando por isso”, lamenta Fernando Silva, irmão do brasileiro Dealberto Jorge da Silva Júnior, falecido no dia 10 de janeiro, em Playa del Carmen, um balneário mexicano.

O desabafo, exibido pelo programa Fantástico, é de mais uma pessoa que sofre por perder um familiar para as drogas. Esta é a dor de muitas famílias e que, em sua maioria, não ganham repercussão na mídia.

Por vezes, o uso de drogas é visto como algo sem importância. Muitos jovens dizem que usam para ‘curtir’, se sentirem ‘poderosos’, mas não percebem o quanto as drogas causam grandes efeitos na saúde e expõem a própria segurança, consequentemente, a vida.

Vinte e quatro horas antes da morte de Dealberto, eles saíram para uma noitada de bebida e drogas em pelo menos duas boates. “Tudo aquilo que a gente estava vivendo naquele momento não era real. Era uma paranoia, uma loucura, era um momento de euforia, de transtorno”, conta Fernando.

“A gente imaginou que seria a festa mais legal das nossas vidas e foi a festa que tirou a vida do meu irmão. Eu gostaria de dizer a todas as pessoas que estão assistindo neste momento: cuidem de seus filhos, repreendam, se necessário, vejam quem são as amizades que estão em volta deles e, por favor, não deixe isso acontecer com a família de vocês”, diz Fernando.

Se seus filhos usam drogas e você precisa de ajuda para tratamento ou orientação, saiba que você pode contar com a Clínica Viva. Temos profissionais altamente capacitados para ajudar o seu filho a ter uma vida sem drogas. Saiba a unidade mais próxima da sua casa. Clique: tratamento para dependência química.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *