Compulsão por compras tem cura?

Compulsão por compras
“A minha vida estava uma verdadeira turbulência e eu encontrava o alívio e a paz no shopping. Não para dar uma volta sem importância e, sim, para comprar. A cada dia que passava eu ia comprando mais, totalmente sem limites. Gastei tudo o que eu tinha (e até o que não tinha) para algo que só me aliviava na hora. Depois, vinha o gosto amargo do arrependimento. E, de quebra, ainda tinha que esconder tudo da minha família pois eu não queria ouvi-los criticando o meu comportamento. Não posso mais viver assim. Eu preciso de ajuda para encontrar a cura para a minha compulsão por compras”.

O depoimento acima é frequentemente contado por pacientes da Clínica Viva. A compulsão por compras, também chamada de oniomania, é uma doença na qual uma pessoa não consegue resistir ao impulso de comprar para suprir algo que não vai bem. Não existem dados populacionais concretos, porém, especialistas estimam que cerca de 2% a 8% da população sofre dessa doença. Em sua maioria são mulheres da idade adulta, porém, os homens também podem ser compradores compulsivos e esconder por mais tempo essa doença.

O transtorno causa sofrimento pois o alívio de ter sacolas em mãos é momentâneo. Logo em seguida vem o arrependimento, a necessidade de esconder as compras dos familiares, deixar de pagar coisas essenciais, conta bancária no vermelho, brigas familiares pelas compras e dívidas, entre outros.

A compulsão por compras não tem cura, porém, com tratamento é possível recuperar-se e voltar a ter uma relação saudável com as compras. O tratamento realizado com psicólogos especialistas em terapia cognitivo-comportamental auxilia o comprador compulsivo a identificar o que desencadeia os impulsos e treinar habilidades para lidar as essas situações.

Se seus impulsos na hora de comprar estão descontrolados, procure ajuda. Você pode ser um compulsivo por compras. E não precisa ter vergonha: na Clínica Viva o atendimento é sigiloso e individual. Veja: tratamento para compulsão por compras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *