Identifique o ciúme doentio em 9 sinais

Atire a primeira pedra quem nunca sentiu uma pitada de ciúme de alguém! O problema é que tem gente que ‘erra a mão’ e, em vez de uma pitada, coloca o pote de ciúme inteiro no relacionamento afetivo. Brincadeiras à parte, o assunto é muito sério: o ciúme doentio, também conhecido como Síndrome de Otelo, é muito prejudicial, tanto para quem sofre desse sentimento quanto para o parceiro.

Ambos os sexos podem sentir ciúme doentio. O que muda, algumas vezes, é o tipo de reação. Os homens são mais propensos a crimes passionais (no caso, são crimes cometidos sob a alegação da paixão e/ou amor), mas também há casos em que o agressor é a mulher.

A pergunta que não quer calar: como saber se é ciúme doentio? Os especialistas da Clínica Viva separaram alguns sinais importantes. Fique atento:

  1. Grande apego às coisas, tendo dificuldade em desfazer delas, inclusive de objetos sem qualquer valor;
  2. Querer saber todos os passos da pessoa amada, perdendo muito tempo e energia pensando ou ligando para a pessoa para saber o que está fazendo, onde está, com que está, etc;
  3. Ter uma postura investigativa o tempo todo: cheirar as roupas, bisbilhotar a carteira ou a bolsa, conferir contas, querer as senhas dos e-mails e redes sociais;
  4. Tem as relações pessoais e profissionais prejudicadas por gastar tempo demais vasculhando a vida do parceiro;
  5. Desconfiar de todos que rodeiam o parceiro sem um real motivo;
  6. Ter ciúmes de fotos em revistas, pessoas famosas e até objetos ou animais;
  7. Estar sempre imaginando que a pessoa amada está fazendo algo que o desagrade;
  8. Querer ter total controle sobre o parceiro e sofrer por não conseguir;
  9. Acredita tanto em seus pensamentos que, mesmo que o parceiro, outras pessoas e até as evidências digam o contrário, acredita que os outros estejam mentindo e não aceita explicação.

Se você acredita que possui (ou que seu parceiro há) maior parte desses sinais, o ideal é buscar ajuda profissional para que o ciúme doentio possa ser tratado, pois trata-se de um transtorno emocional. Quer saber mais detalhes? Acesse tratamento para ciúme doentio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *