Anorexia e bulimia: adolescentes insatisfeitas com o próprio corpo são mais suscetíveis

Olhar no espelho e não gostar do que vê. É assim com três em cada dez adolescentes, segundo uma pesquisa realizada com pessoas entre 10 e 19 anos em 20 escolas estaduais de Recife (PE). Apesar de estarem no peso ideal, muitos desejam ser magros. Esse olhar distorcido sobre o corpo pode levar o adolescente a manifestar anorexia e bulimia.

Pessoas que sofrem de anorexia possuem um medo intenso de engordar e, mesmo que apresentem peso normal ou até abaixo do ideal para a altura, fazem de tudo para emagrecer, colocando a saúde e a própria vida em risco. Já a bulimia faz com que uma pessoa exagere na hora de se alimentar e, ao perceber a falta de controle, resolve usar algum método para se sentir menos culpada, como vômitos, uso de laxantes ou exercícios em excesso.

Todas as classes sociais

A pesquisa realizada em Recife apontou que os transtornos alimentares podem ser ainda mais cruéis com filhas de pais com menos escolaridade. Isso porque as famílias têm dificuldade em reconhecer os sintomas.

“Muitas vezes essas famílias diminuem os sintomas ou até estimulam o “regime”, achando que é bobagem. Há negligência e alguns pais não percebem os filhos doentes, saem cedo para trabalhar. Alguns adolescentes não têm o apoio da família. Outro dado interessante é que há um mito que faz as pessoas pensarem que somente os mais ricos, com abundância de alimento, têm a doença. Mas o transtorno alimentar atinge todas as classes sociais”, explica a psicóloga Tatiana Bertulino, autora da pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento da Universidade Federal de Pernambuco.

Pais devem ficar atentos

Os pais devem ficar atentos ao comportamento dos adolescentes em relação à alimentação. Evitar comer junto com a família ou programas com os amigos que envolvam comida, ter obsessão por calorias, ficar olhando excessivamente no espelho e pesar-se constantemente são indícios de que o adolescente pode precisar de orientação de um profissional.

Quando a anorexia ou bulimia é diagnosticada, é preciso iniciar o tratamento adequado para que a relação do adolescente com o corpo possa ser mais saudável.

Onde encontrar tratamento?

A Clínica Viva é capacitada para tratar transtornos alimentares como anorexia e bulimia. Se você ou alguém que você gosta está precisando de ajuda, saiba mais detalhes sobre ANOREXIA e BULIMIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *