Compra compulsiva: cinco coisas que talvez você não saiba

 

Pessoas que passam muito tempo comprando podem não perceber que sofrem de uma doença chamada oniomania, mais conhecida como comprador compulsivo. Na compra compulsiva, o indivíduo age irracionalmente. Compra algo que não pode, não precisa ou que não vai usar. Confira mais cinco coisas que você talvez não saiba sobre compras compulsivas:

1)      A doença afeta homens e mulheres, porém, na literatura médica, há uma predominância de mulheres com o diagnóstico de compra compulsiva.

2)      Estima-se que cerca de 3% da população brasileira sofra de oniomania. Isso equivale a, aproximadamente, 6 milhões de pessoas.

3)      Depois que passa a sensação de bem-estar, o comprador compulsivo sente culpa pelos impulsos e, para compensar este sentimento de arrependimento, há um novo episódio de compulsão por compras.

4)      Compradores compulsivos costumam esconder as compras da família, pois sabem que serão recriminados por gastar demais ou sem necessidade. Alguns preferem presentear os outros, pois também é uma forma de comprar sem que tenha que ficar com o objeto em casa.

5)      Compradores compulsivos precisam buscar tratamento, pois é uma doença que acarreta prejuízos no relacionamento familiar e afetivo, além de endividamento. O tratamento para comprador compulsivo mais indicado utiliza a terapia cognitivo-comportamental – uma metodologia eficiente que incentiva mudanças no modo de agir. Quer entender melhor? Saiba tudo como funciona o tratamento para compra compulsiva.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *