A importância da autoestima na vida pessoal

Confiar na sua capacidade, acreditar no próprio potencial e gostar de si. Esses são alguns elementos básicos da autoestima. O julgamento que fazemos de nós é muito importante e afeta o modo como encaramos a vida, seja de modo positivo ou negativo. A autoestima desempenha um importante papel na convivência familiar, relacionamento amoroso, amigos e trabalho. Mas como ter autoestima?

Segundo a psicóloga Andréia Guimarães, da Clínica Terapêutica Viva, é importante o autoconhecimento. “O conhecimento do ser humano em relação a si mesmo é de suma importância para que se alcance uma autoestima positiva. Saber que é competente no que faz, que tem seu valor, ter uma autoimagem positiva, autoaceitação e autoconfiança, faz parte para alcançar seu bem estar pessoal”, afirma. Quando uma pessoa tem baixa autoestima, ela se sente inferiorizada, o que se reflete nas ações cotidianas. “A pessoa pode não ter uma boa produção em seu trabalho ou em outras áreas da vida por não se achar digno, capaz de realizar alguma tarefa. Pode ser uma pessoa reservada e tímida, se fechando a novas oportunidades e conhecimentos”, explica a psicóloga.

Quem sofre de baixa autoestima deve buscar conhecer a si para aprender a ter amor-próprio. “É importante que a pessoa seja motivada a perceber seu valor, principalmente em relação às pessoas do seu convívio”, argumenta Andréia.

Há diversos meios para melhorar a autoestima, como desafiar os pensamentos automáticos fazendo mau juízo de si, fazer coisas ou tomar atitudes que acredita que irão fazer se sentir melhor, como mudar de emprego ou mesmo se arrumar mais. Outro caminho é buscar a Terapia Cognitivo-Comportamental, onde um psicoterapeuta auxiliará na mudança de pensamentos e comportamentos que, de alguma forma, fazem com que a autoestima seja rebaixada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *