Descontrole financeiro pode ser doença emocional

Nem todos endividados são pessoas que não sabem controlar os gastos, alguns casos podem ser resultado de compras compulsivas, uma doença emocional que atinge homens e mulheres, embora elas são as que mais procuram tratamento. A compra compulsiva, também chamada de Oniomania, pode ser detectada em todas as classes sociais e afeta, não somente as finanças, mas também a vida social, familiar e profissional.

A grande diferença entre uma pessoa que gasta demais para o comprador compulsivo é justamente o que motiva na hora de comprar. De acordo com a psicóloga Andréia Guimarães, da Clínica Viva, quem sofre desta doença compra buscando um alívio. “A pessoa tem uma grande necessidade de comprar e quando realiza a compra ela se sente aliviada, vindo sentir culpa só depois. O comprador compulsivo acaba perdendo o controle, comprando mais do que poderia e acarretando dívidas desnecessárias”, disse.

Para conseguir controlar a doença e, consequentemente, voltar a ter controle nas finanças, é preciso que o comprador compulsivo faça um tratamento adequado. “É fundamental que ele aprenda a reconhecer que precisa de ajuda. O tratamento consiste em terapia cognitivo-comportamental, que vai levá-lo a descobrir as razões que o levam a comprar sem necessidade”, ressalta Andréia.

Você ou alguém que você conhece precisa de tratamento para compra compulsiva? Entre em contato com a Clínica Viva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *