Drogas no ambiente de trabalho: tema marca abertura do V Multiplicadores

A primeira noite do V Curso de Agentes Multiplicadores de Sorocaba não poderia começar melhor. O convidado de honra para abertura, o Coordenador Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas, Luiz Alberto Chaves de Oliveira, Dr. Laco, falou sobre prevenção às drogas no ambiente de trabalho. “É muito mais barato prevenir e tratar dependente químico no ambiente de trabalho do que simplesmente repor”, disse, enumerando exemplos dos Estados Unidos e outros países desenvolvidos pelo mundo.

Dr. Laco apresentou levantamento que mostra que, somadas, drogas e álcool são as maiores preocupações das comunidades no Estado de São Paulo. “Na abordagem sobre drogas, não podemos esquecer o álcool, que é apesar de lícita, é a droga que mais preocupa aos profissionais da área da saúde, porque ela é a mais acessível, é democrática”, disse.

Ao longo de sua palestra, Dr. Laco deu exemplo de como a abordagem sobre drogas pode ser feita no ambiente de trabalho e classificou como um ato muito importante, desde que feito de maneira responsável. “Empresas multinacionais economizam milhares de dólares anualmente investindo em ações de prevenção e tratamento”, enfatizou.

Palestra de abertura

O V curso de Agentes Multiplicadores foi aberto oficialmente com uma palestra da professora e coordenadora do curso de Pós-Graduação em Dependência Química do Centro Sul Brasileiro de Pós-Graduação (CENSUPEG), Patrícia Nogueira. A profissional falou dos caminhos que levam as pessoas até o crack e o quanto é importante tratar o assunto drogas de maneira responsável. Para ela, subestima-se muito, inclusive nos meios de comunicação, os perigos da maconha. “Dizem que é uma erva inofensiva. A papoula também é uma erva e é dela que se faz a heroína”, justificou.

O V Agentes Multiplicadores é realizado no Centro Arquidiocesano de Sorocaba, em parceria entre o Conselho Municipal sobre Drogas de Sorocaba (COMAD), a Clínica Terapêutica Viva e o Censupeg. Representantes das instituições parceiras falaram do sucesso do evento, que cresce a cada ano. “Tenho a honra de poder estar aqui, apoiando este evento que contribui para a conscientização das pessoas no que diz respeito às drogas”, disse o presidente da Clínica Viva, Inácio Marchette, que foi o primeiro presidente do COMAD. “Vocês não devem parabenizar a gente que está aqui em cima, mas sim quem merece os aplausos são vocês”, disse a organizadora do evento, Dra. Maria Clara Suarez, psiquiatra, coordenadora de saúde mental de Sorocaba e atual presidente do COMAD, referindo-se ao público de quase 300 pessoas presentes no auditório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *