MP apura denúncias contra Comunidade Terapêutica

O Ministério Público (MP) está investigando uma Comunidade Terapêutica na região de Sorocaba, após denúncia de cárcere privado e tortura de pacientes no local.

O promotor de Justiça Jorge Alberto de Oliveira Marum instaurou inquérito civil para apurar os indícios de maus-tratos a pacientes. A decisão teve como base informações da Comissão de Direitos Humanos da Subseção em Sorocaba da Ordem dos Advogados do Brasil, que levou um relatório ao Ministério Público no dia 13 de agosto, informando que constatou os sérios problemas.

Recentemente, a Clínica Terapêutica Viva, atenta a reclamações de famílias que relatavam ter passado por problemas semelhantes, elaborou um documento (que pode ser lido aqui, na íntegra) alertando a população a respeito de entidades sem qualquer compromisso com o paciente, inclusive com vários anúncios na internet.

Às famílias, ressaltamos a importância de conhecer a estrutura do lugar onde pretende tratar o familiar, bem como os profissionais que atuam na entidade.

Confira a matéria completa sobre a denúncia na região de Sorocaba:

Promotoria apura denúncias contra clínica de recuperação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *