23% da população brasileira consome drogas

A combinação álcool e outras drogas resultam em diversos perigos para a saúde como o aumento de danos cerebrais, riscos ao fígado, exposição sexual de risco, além, claro, da violência. O Brasil lidera a lista de países com o maior número de acidentes de trânsito do mundo, com um milhão por ano, resultando em 300 mil vítimas. O principal fator para este número é a relação álcool e direção. Para evitar o aumento destas estatísticas foi lembrado no último dia 20, o dia Nacional do Combate às Drogas e ao Alcoolismo.

“52% dos brasileiros bebem e aproximadamente 24% bebem de forma preocupante. O uso do álcool está associado claramente a acidentes e violência interpessoal. Nenhuma outra droga produz quadro tão amplo e significativo”, afirma o Dr. Carlos Salgado, psiquiatra e conselheiro da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD).

Em muitos casos, o uso precoce, a disponibilidade, o fácil acesso as drogas, a negligência de pais e autoridades são fatores que se associam a dependência dos usuários. Esta dependência gera alterações no comportamento dos usuários. “Mudanças na conduta, humor, indisposição para estudo e trabalho, abandono de atividades habitualmente prazerosas, entre outros. Urgência do uso ou fissura é outro sintoma de dependência”, completa.

Para o tratamento destes vícios, o auxílio da família é fundamental para um final feliz. “Mais do que no tratamento, a família também tem importância na prevenção. Um tratamento para dependentes químicos com participação da família tem chance muito maior de sucesso” conclui.

Dr. Carlos Salgado ainda fala mais sobre as drogas e seus males para a saúde. Para saber mais, leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Com informações do Bonde News.

Quer ficar sempre atualizado? Siga-nos! @ctviva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *